Durante a situação atual causada pela COVID-19, a principal preocupação da Sidel é a saúde e segurança de todos os envolvidos com a empresa, bem como a garantia da continuidade de negócios para nossos clientes. Leia mais

Sidel avança com mais rapidez para atingir as metas de sustentabilidade internacionais

Sidel se compromete a cortar pela metade suas emissões até 2030 e confirma que todas as suas instalações serão alimentadas por energia 100% verde até o fim deste ano. Isso a coloca na trajetória da meta de 1,5 °C, que representa os melhores esforços para limitar o aquecimento global.

A empresa global de soluções de embalagem revisou suas metas de sustentabilidade e agora está a caminho de reduzir as emissões de gases de efeito estufa (GEE) em suas próprias fábricas e instalações1 em 50% até 2030, em relação à base de 2019. 

Este é um aumento significativo em comparação com a meta anterior, definida há apenas um ano, de 30% de redução de emissões no mesmo período. 

Disposta a ser pioneira e definir padrões para seu setor, em 2019 a Sidel começou a fazer nas suas 17 unidades de produção ao redor do mundo a troca para energias renováveis e concluirá o processo no fim de 2022. O sucesso dessa transição permitiu a revisão de suas metas para cima. 

“Tenho o prazer de informar que superamos nossas próprias ambições de sustentabilidade e agora podemos estabelecer metas ainda mais rigorosas”, revela a CEO da Sidel, Monica Gimre. 

“Até 2030, reduziremos pela metade as emissões em todas as nossas unidades. Isso é importante, já que coloca a Sidel na trajetória estabelecida na cúpula do clima COP26, de tomar medidas para limitar o aquecimento global a 1,5 °C ou menos até o final do século. Somos uma das poucas empresas em nosso setor a assumir esse compromisso.” 

Apoio a clientes e fornecedores 

A Sidel também renovou seu compromisso de reduzir emissões em tudo que compra e vende2 em 25% em relação à base de 2019 até 2030. Ela continua a trabalhar de perto com seus clientes e fornecedores em todo o mundo para ajudá-los a encontrar maneiras de reduzir as emissões. 

No ano passado, ela instalou upgrades em linhas já existentes que viabilizaram economias de mais de 1.500 toneladas de CO2. A empresa se comprometeu a garantir que toda máquina que produzir consuma no mínimo 25% menos energia em comparação com seu referencial de 2019. 

Inovações em seu portfólio reduziram o consumo de energia de suas sopradoras em 45% e cortaram pela metade o consumo de água de suas lavadoras de garrafas. No início de 2022, ela lançou o Evo-ON, uma plataforma digital em nuvem que ajuda os clientes a monitorar e otimizar o consumo de energia nas linhas de embalagem. 

A Sidel também desenvolveu uma estratégia para ajudar seus fornecedores a reduzir suas emissões, incentivando-os a fazer um inventário de GEE, comprometer-se a atingir metas baseadas na ciência e desenvolver suas políticas relacionadas à mudança climática. Além disso, a Sidel aderiu ao R-Cycle, uma iniciativa voluntária para dar vida ao “passaporte de produto digital”: um padrão de rastreamento global aberto para embalagens que impulsionará a economia circular. 

“Como grande fornecedora de equipamentos e serviços de embalagem, estamos trabalhando intensamente para ajudar nosso setor a se tornar mais sustentável”, acrescenta Monica Gimre.

 “O consumo de energia é, de longe, o fator que mais contribui para o aquecimento global, e as embalagens são responsáveis atualmente por cerca de 5% da energia utilizada no ciclo de vida de um produto alimentício3, tornando-as uma fonte significativa de emissões de gases do efeito estufa. Levamos a sério nossas responsabilidades quanto a fazer o que pudermos para reduzir essas emissões. Dizemos aos nossos clientes que estamos com eles e que eles nunca estão sozinhos em sua jornada de sustentabilidade.” 

Hoje, dia 27 de junho, a Sidel publica seu relatório mais recente de sustentabilidade de 2021, que pode ser acessado aqui.

 

 

[1] Escopos 1 e 2 (emissões diretas e indiretas de GEE) 

[2] Escopo 3 (emissões de GEE anteriores e posteriores na cadeia) 

[3] https://www.climatecollaborative.com/packaging

O Grupo Sidel atualizou sua política de privacidade
OK, entendi