Durante a situação atual causada pela COVID-19, a principal preocupação da Sidel é a saúde e segurança de todos os envolvidos com a empresa, bem como a garantia da continuidade de negócios para nossos clientes. Leia mais

Sidel adere ao New Plastics Economy Global Commitment da fundação Ellen MacArthur

A Sidel foi anunciada recentemente como nova signatária do New Plastics Economy Global Commitment (Compromisso Global da Nova Economia dos Plásticos).Essa iniciativa mundial foi lançada pela Ellen MacArthur Foundation e pela ONU Meio Ambiente em outubro de 2018 com o objetivo de tratar da crise da poluição e dos resíduos de plásticos direto na fonte e manter os plásticos na economia. Atualmente, ela reúne mais de 400 organizações em sua visão comum de uma economia circular para os plásticos.

Há muito tempo, a Sidel tem baseado seus esforços de sustentabilidade em oito sólidos pilares. Esses incluem aspectos relacionados aos produtos, como segurança alimentar, equipamento e embalagens sustentáveis — a fim de evitar todo tipo de desperdício, minimizar as emissões de gases do efeito estufa, reduzir o consumo de água e energia — bem como gestão sustentável do ciclo de vida dos recursos dos seus clientes. “Ao assinar o Compromisso Global da Ellen MacArthur Foundation, damos mais um passo importante rumo a um futuro mais sustentável. Queremos, junto com nossos clientes e parceiros comerciais, continuar a desempenhar um papel fundamental em tratar dos crescentes desafios relacionados às embalagens, segurança alimentar e impacto ambiental”, afirma Luc Desoutter, Sustainability Officer na Sidel.  

Uma reciclagem melhor precisa focar na coleta

O consumo de bebidas embaladas sozinho mostra uma tendência de crescimento contínua de 2,5% por ano mundialmente e de 1,3% por ano na Europa. Em grande parte, essa trajetória ecológica é apoiada pelo uso do PET como embalagem primária. Devido às suas propriedades exclusivas quanto a segurança alimentar, flexibilidade de design, transparência, custo e, especialmente, reciclagem de ciclo fechado, quase 37% de todo o volume de bebidas é envasado em PET.[1]

A visão por trás do New Plastics Economy Global Commitment inclui duas metas ambiciosas: por exemplo, tomar medidas para eliminar embalagens plásticas problemáticas ou desnecessárias — através de revisão de projetos, inovação e novos modelos de entrega — bem como a adoção de modelos de reutilização, com o fim de que 100% de todas as embalagens plásticas sejam reutilizáveis, recicláveis ou compostáveis. 

“Tecnologicamente e industrialmente, PET, lata e vidro — todos eles podem ser reciclados. Há também valor econômico em se fazer isso: o valor de um fardo de garrafas PET pode ficar entre 300 e 600 euros por tonelada, dependendo da qualidade. O PET pode voltar à cadeia de valor; não deve ser considerado parte do problema”, Desoutter explica. “Temos presenciado uma mudança significativa nas atitudes relacionadas ao modo em que o PET é reciclado, e queremos usar nossa participação no New Plastics Economy Global Commitment para apoiar e promover esse avanço em direção às máximas taxas de coleta e reciclagem.”

Ao assinar o Compromisso Global da Ellen MacArthur Foundation, damos mais um passo importante rumo a um futuro mais sustentável. Queremos, junto com nossos clientes e parceiros comerciais, continuar a desempenhar um papel fundamental em tratar dos crescentes desafios relacionados às embalagens, segurança alimentar e impacto ambiental

Luc Desoutter
Sustainability Officer | Sidel

Além da garrafa — a abordagem End to End da Sidel

No que diz respeito à imagem dos plásticos, especialmente do PET, a Sidel há muito colabora com diversas associações importantes no setor a fim de promover ativamente as propriedades exclusivas da embalagem PET e desenvolver designs para seus padrões de reciclagem. Assim sendo, além de assinar o compromisso entre os fornecedores da indústria de embalagens plásticas, a Sidel também formulou um conjunto ambicioso de metas adicionais próprias. 

Elas estão centradas na abordagem End to End da empresa, que considera embalagens e equipamentos em uma perspectiva de 360°, levando em conta os impactos gerados antes e depois da cadeia de valor. É como destaca Desoutter: “Precisamos levar em conta, não só as embalagens primária, secundária e terciária, mas também a interação delas com o equipamento na fábrica. Fazemos isso por sempre ter em mente interesses e expectativas dos protagonistas do setor, dos consumidores e da sociedade civil.”


Mais informações no relatório de junho de 2019 do New Plastics Economy Global Commitment: aqui 

Mais informações sobre a Ellen MacArthur Foundation: aqui

 

[1] Fonte: Euromonitor International 2018

O Grupo Sidel atualizou sua política de privacidade
OK, entendi