Durante a situação atual causada pela COVID-19, a principal preocupação da Sidel é a saúde e segurança de todos os envolvidos com a empresa, bem como a garantia da continuidade de negócios para nossos clientes. Leia mais

Sidel honrada por conceito inovador de embalagem ecológica AYA no World Food Innovation Awards 2020

A Sidel recebeu o prestigioso prêmio World Food Innovation Award (WFIA) na categoria “Melhor Design de Embalagem de Bebida” por seu mais recente conceito de design de embalagem ecológico AYA. Com o design premiado AYA, a Sidel desenvolveu uma alternativa de embalagem “End to End” inovadora e abrangente para água sem gás, cobrindo todos os aspectos, desde a embalagem primária de PET 100% reciclado (rPET) e a secundária de papelão, até alternativas de embalagem terciária — tudo otimizado para métodos de distribuição locais. O resultado é um conceito de embalagem sustentável, eficaz quanto ao custo geral e sob medida para os requisitos da economia circular que melhora o impacto ambiental e a eficiência de produção industrial.

Já por seis anos, o World Food Innovation Awards tem reconhecido e celebrado excelência em conceitos e inovação em todas as categorias da indústria alimentícia mundial. A comissão julgadora é composta de 14 especialistas experientes do setor, e os prêmios honram alguns dos produtos novos e desenvolvimentos mais ambiciosos do ano, tanto de marcas consagradas quanto de start-ups. A cerimônia de premiação, ligada à FoodBev Media, foi realizada na HRC (no London ExCel, Reino Unido) em 5 março de 2020. “Para nós, esse prêmio significa um grande reconhecimento da comissão julgadora quanto ao modo em que a AYA atende aos requisitos de sustentabilidade”, comenta Laurent Lepoitevin, Packaging Design Engineer da Sidel.

“Ficamos honrados com o fato de que, com essa distinção, a WFIA reconhece o quanto nosso conceito AYA tem a oferecer em relação a design e valorização de uma solução de embalagem sustentável como um todo — combinando de modo ideal embalagens primárias e secundárias que usam menos matéria-prima, a fim de economizar recursos.”

Laurent Lepoitevin
Packaging Design Engineer da Sidel

Notável dedicação a conceitos de embalagem otimizados

Melhorar a reciclabilidade através da redução de resíduos de embalagens é um dos principais desafios na indústria de alimentos e bebidas. Com mais de 40 anos de experiência em soluções de embalagens e linhas completas, a Sidel trabalha em estreita colaboração com seus clientes e fabricantes de embalagens com o objetivo de desenvolver embalagens primárias e secundárias cada vez mais sustentáveis. Assim nasceu o novo conceito de embalagem ecológica AYA da Sidel, que reforça o compromisso da empresa com a sustentabilidade. O nome se refere a uma divindade da antiga Mesopotâmia, também conhecida como Ea ou Enki, que, entre outras coisas, era considerada o deus das águas subterrâneas. Essa escolha faz todo sentido, considerando a intenção por trás desse novo conceito: fornecer água potável para as pessoas que não têm acesso seguro a ela naturalmente. Por exemplo, a garrafa AYA pode ser facilmente usada quando há necessidade de ajuda humanitária para fornecer a quantidade certa de água para as pessoas afetadas.

Reconhecimento por uma inovadora garrafa 100% rPET em forma de V

Mais especificamente, a AYA é uma garrafa de 220 ml para água, com forma em V. Com o peso extremamente leve de 5 g, ela foi projetada para reduzir radicalmente o uso de matérias-primas direto na fonte, pois é fabricada através de moldagem por sopro de preformas 100% rPET, a fim de tornar realidade uma economia verdadeiramente circular, oferecendo uma nova vida útil a toda garrafa. A AYA também traz uma tampa flip top fixa para reduzir ainda mais a poluição por plásticos. Além disso, marcas, logotipos e informações obrigatórias podem ser estampadas em relevo. Isso elimina a necessidade do rótulo, a fim de diminuir resíduos e facilitar a separação de garrafas PET, aumentando ainda mais a reciclagem.

A ecológica AYA é o primeiro conceito de garrafa lançado pela Sidel na indústria que foi projetado com um ombro articulado que conta com três posições estáveis — uma solução de embalagem patenteada pela Sidel chamada de ombro Swing™. Após o processo de moldagem por sopro, o ombro da garrafa permanece em uma posição intermediária de uso. Após enchimento e fechamento, pressão mecânica é aplicada sobre o ombro para que desça e crie a forma final característica em V da AYA. Assim, levemente pressurizada, o volume da garrafa é reduzido, aprimorando a resistência dela por toda a cadeia de fornecimento. É possível acionar a posição de uso do ombro para aumentar o volume e evitar derramar ao abrir. A AYA também tem um fundo com altura específica para permitir o empilhamento das garrafas, reduzindo a altura, a fim de melhorar o volume de armazenagem total.

Embalagem secundária reduzida ao mínimo

Projetada segundo a abordagem “End to End” da Sidel, a fim de aproveitar melhor a embalagem como um todo ao longo da cadeia de fornecimento, a forma característica em V das garrafas AYA oferece duas alternativas inovadoras de embalagem quanto à compacidade e redução de materiais de embalagem secundária e terciária bem adequadas para a otimização da logística. Primeiro, ela oferece a possibilidade de empilhar as garrafas em camadas sobrepostas, aninhando-as devido ao fundo de altura específica, que permite encaixar o gargalo da garrafa inferior ao fundo da superior. A forma do fundo BOSS pode conter perfeitamente a tampa de outra garrafa, garantindo estabilidade durante a armazenagem e transporte em paletes. Nessa disposição, cada camada de garrafas fica presa por um separador de papelão perfurado que se encaixa sobre os gargalos. Além disso, o tamanho do separador pode ser adaptado para formar packs individuais personalizados que podem atender a quaisquer restrições de espaço e armazenamento nos pontos de venda. A segunda alternativa é aproveitar a economia de espaço da forma em V das garrafas de modo ainda mais eficiente. Elas podem ser colocadas de cabeça para baixo, de modo intercalado, a fim de aproveitar melhor o espaço da embalagem secundária, colocando o maior número possível de garrafas em determinado volume, conforme as necessidades de distribuição. Assim, as garrafas podem ser organizadas para otimizar qualquer volume de armazenamento, o que resulta em caixas compactas que podem ser facilmente transportadas.

“Com a sustentabilidade sempre em mente, tratamos das embalagens e equipamentos com uma perspectiva de 360°”, conclui Laurent Lepoitevin. “Naturalmente, aplicamos essa abordagem ‘End to End’ também ao conceito AYA. Ao projetar novos conceitos, sempre levamos em conta não só as embalagens primária, secundária e terciária, mas também a interação delas com o equipamento na fábrica. Também consideramos todos os impactos que criam do início ao fim da inteira cadeia de valor — visando sempre levar as soluções de embalagem mais sustentáveis às prateleiras e aos consumidores.”

O Grupo Sidel atualizou sua política de privacidade
OK, entendi