Durante a situação atual causada pela COVID-19, a principal preocupação da Sidel é a saúde e segurança de todos os envolvidos com a empresa, bem como a garantia da continuidade de negócios para nossos clientes. Leia mais

Eficiência e confiabilidade comprovadas na linha de enchimento a quente da Quilmes Argentina que engarrafa Gatorade em garrafas PET

Em colaboração com a Sidel e como parte de sua incessante busca por excelência, a Cervecería y Maltería Quilmes — a maior empresa de bebidas da Argentina — atingiu elevados níveis de eficiência, de até 100%, em sua mais recente linha de envase a quente completa. Essa solução de envase completa de alta velocidade produz, entre outros, a marca Gatorade de bebidas isotônicas em garrafas PET, conforme os padrões de qualidade da PepsiCo. A nova linha oferece vantagens em termos de flexibilidade de produção e proteção do meio ambiente, em especial devido à economia de energia.

A Quilmes já opera na Argentina há mais de 130 anos. A empresa começou no ramo de cervejas, abrindo sua primeira cervejaria na cidade de Quilmes, cerca de 20 quilômetros a sudeste da capital, Buenos Aires. “Ao longo dos anos, a Quilmes expandiu seu negócio para outras categorias de bebidas adquirindo uma empresa de refrigerantes. Isso foi há cerca de 20 anos, com a franquia exclusiva da PepsiCo para produção, distribuição e comercialização de toda a linha da marca na Argentina”, explica Juan José Ferrer, Plant Manager na Quilmes. A empresa também participa no ramo de águas com a Eco de los Andes SA, resultado de um empreendimento conjunto com a Nestlé Waters. “O objetivo da empresa é fornecer bebidas de qualidade aos consumidores e cuidar do meio ambiente. O investimento na linha de envase da Sidel está perfeitamente alinhado com esse propósito”, acrescenta.

 

“Em suma, recomendamos a Sidel. É uma empresa com um enorme currículo no mundo das bebidas, bem como em tecnologia, serviços e suporte de ponta. Teria muito prazer em trabalhar com a Sidel de novo futuramente”

Juan José Ferrer
Plant Manager na Quilmes

Capacidade de produção de PET dobrada com uma solução de envase integrada

A necessidade de investir em uma nova linha de produção de enchimento a quente na fábrica meridional na cidade de Buenos Aires ocorreu porque é a única unidade, que abastece todo o mercado nacional e também exporta para o Uruguai. “Ambas as linhas de PET estavam no máximo de sua capacidade, então precisávamos de uma maior para aumentar nossa participação de mercado na Argentina. O segundo objetivo era ter uma linha mais moderna com menor consumo de energia e melhor eficiência”, revela Juan José Ferrer. Com esse novo investimento na linha da Sidel, a Quilmes mais que dobrou sua capacidade de produzir bebidas em garrafas PET, passando de 22.000 para 45.000 garrafas por hora (gph).

 

A empresa tinha de decidir-se entre as diferentes opções de fornecedores de sua linha de envase. “Ficamos convencidos pela boa experiência que tivemos com diversos equipamentos da Sidel e decidimos continuar com ela. No momento, estamos muito satisfeitos com o desempenho da linha, dois anos após sua instalação. Outro fator que contribuiu para a escolha da Sidel nesse investimento foi que a Quilmes buscava uma solução completa que atendesse às suas necessidades. Levamos em conta não só a linha de envase, mas também o processamento de produtos por pasteurização (Tetra Pak Processing Systems), a fim de maximizar as possíveis sinergias. A Sidel mostrou a flexibilidade necessária para isso e conseguiu fornecer uma solução, criando um modelo melhor de eficiência e qualidade de produção para nós”, continua.

A Quilmes também ficou muito satisfeita com a colaboração positiva da equipe de especialistas da Sidel por toda a fase de projeto antes da instalação da linha, bem como durante a instalação em si e serviço pós-venda. Ele prossegue: “Naturalmente, começamos procurando as melhores opções para a Quilmes com a equipe de concepção de linhas. Em seguida, a fase de start-up foi a mais intensa, quando precisamos de auxílio da Sidel. As máquinas foram instaladas em uma nova área da fábrica, e passamos pelas típicas dificuldades relacionadas a nossos serviços de infraestrutura; mas, de fato, conseguimos resolver os problemas à medida que surgiam com rapidez e segurança com o auxílio da Sidel.” Outra vantagem de trabalhar com a Sidel que a Quilmes reconheceu logo de início foi o suporte técnico, tanto dos engenheiros de campo (FSE) como o remoto. Em caso de qualquer necessidade ou emergência, esse serviço oferece assistência de um FSE 24 horas por dia. Há também a opção de o pessoal de suporte realizar conexão remota à máquina para recomendar a melhor solução. “Fizemos uso disso várias vezes, o que nos ajudou a manter o bom êxito da produção.”

Confiabilidade e flexibilidade na produção para atender aos padrões da PepsiCo

A linha de envase a quente é caracterizada pela excelente flexibilidade de produção. “Ela pode encher a quente isotônicos, sucos e produtos com ou sem polpa. Além disso, essa linha é capaz de encher a frio, a fim de oferecer mais variedade de produtos aos consumidores”, observa. Atualmente, o Gatorade é produzido em uma série de sabores tamanhos: 500 ml, 750 ml, 1200 ml e, mais recentemente, 300 ml, com tampas planas ou esportivas. Quanto à rotulagem, a nova solução permite a aplicação de sleeves parciais, em apenas uma área da garrafa, ou inteiras, cobrindo toda a garrafa, o que oferece diversas oportunidades de marketing para dar destaque ao produto nas prateleiras dos supermercados. 

“Quanto à flexibilidade proporcionada por nossa linha de produção, também temos a possibilidade de processar várias opções de packs, como de 6, 12 ou 24.” Na paletização de produtos enchidos a quente em garrafas PET, a qualidade é algo muito importante e precisa ser garantida. “Para poder suportar as longas distâncias do transporte, muitas vezes em estradas difíceis, a paletização precisa ser exata, confiável e muito estável. Estamos bastante satisfeitos com as soluções de paletização da Sidel, visto que garantem a integridade de nossos produtos, a fim de chegarem intactos aos consumidores”, destaca.

A Quilmes opera como fábrica de envase da PepsiCo e, portanto, uma nova validação de linha precisa passar por um protocolo específico de aprovação. Antes do lançamento da produção industrial na linha, houve uma fase de validação para todos os diferentes frascos nos laboratórios de embalagem da Sidel na França. De acordo com o Plant Manager, “a validação individual de cada uma de nossas garrafas de Gatorade foi executada de acordo com as especificações da PepsiCo, o que permitiu a produção dos moldes. Devido aos requisitos da PepsiCo, durante as primeiras séries de embalagens, seguimos um protocolo de qualidade que dizia respeito à eficiência da linha e ao número de garrafas comercializáveis ao longo do processo. Toda etapa foi realizada com sucesso.”

 

Respeito pelo meio ambiente e 100% de eficiência

Após definir as especificações de compra para a linha, a Quilmes trabalhou com as equipes técnicas e de projeto da Sidel para encontrar um local e layout ideal para as máquinas, que otimizasse a ergonomia para os funcionários e o tempo de trajeto entre as diferentes estações de controle, bem como o suprimento de consumíveis. Todos os detalhes para o start-up da linha foram revisados, novamente em colaboração com a equipe da Sidel, para que os melhores resultados fossem obtidos nesse projeto. “Atualmente, estamos muito satisfeitos com a localização das máquinas em cada uma das áreas, com o posicionamento geral dos operadores, manejo dos suprimentos e acesso aos locais em que as peças de reposição estão armazenadas.” As equipes da Quilmes tiveram uma grata surpresa ao ver os níveis de eficiência atingidos pela linha. “Estamos trabalhando a uma eficiência média de 95% e, às vezes, a linha funciona por muitas horas a 100%. Por causa do modo em que a linha foi projetada, ela tem o equilíbrio perfeito para garantir a confiabilidade. É também muito importante mencionar que, apesar das dificuldades, essa eficiência foi atingida muito rapidamente durante o start-up. No momento, com o frasco de 500 ml, estamos trabalhando a 45.000 gph com 95% de eficiência”, resume Juan José Ferrer.

Essa linha inclui a primeira sopradora-enchedora Sidel Combi da fábrica, que oferece muitas vantagens em harmonia com o compromisso da Quilmes de proteção do meio ambiente. A Combi consome menos energia do que a sopradora que tinham antes, eliminando, por exemplo, a transferência a ar das garrafas. Além disso, ela evita a exposição dos frascos ao ambiente durante a transferência a ar, o que melhora a qualidade do produto. As máquinas exigem menos operadores diariamente, o que resulta em um uso mais eficaz deles, permitindo que se concentrem em outras tarefas de manutenção e qualidade. É por isso que a Quilmes escolheu a Combi.

A proteção do meio ambiente também é uma questão muito importante para a Quilmes. “Quanto à energia, a linha oferece um sistema de equilíbrio térmico que nos permite reutilizar o aquecimento fornecido pela garrafa quente no resfriador para o primeiro estágio de aquecimento do líquido antes do pasteurizador. Isso contribuiu para economias de 10% a 15% em aquecimento, em comparação com a linha anterior.” A outra vantagem energética envolve os moldes de sopro da Combi. “O processo de aquecimento dos moldes anteriores era feito com óleo, o que consumia mais energia. Agora com nossa Combi, o processo é realizado com eletricidade. Isso garante um tratamento térmico muito preciso nas áreas que precisamos aquecer, oferecendo economias de 15% em comparação com a sopradora de geração mais antiga que tínhamos.”

“Em suma, recomendamos a Sidel. É uma empresa com um enorme currículo no mundo das bebidas, bem como em tecnologia, serviços e suporte de ponta. Teria muito prazer em trabalhar com a Sidel de novo futuramente”, conclui Juan José Ferrer.

 

O Grupo Sidel atualizou sua política de privacidade
OK, entendi