PARECE VIDRO, MAS É PET!

30/06/14

 

Especialista em soluções de embalagens PET para líquidos, a Sidel lançou a primeira garrafa PET leve e pasteurizável para cerveja com fundo não petaloide. A garrafa inovadora também é compatível com tampas coroa, que associadas ao fundo não petaloide dão à garrafa um aspecto de vidro, mas com todas as vantagens do PET. Dentre elas, a embalagem mais leve e as excelentes propriedades mecânicas do material. O mais notável é que a nova garrafa pesa apenas 28 gramas, ou seja, é até 86% mais leve do que uma garrafa de vidro equivalente, segundo dados da Sidel.

 

Sidel PET beer bottle singleAtualmente, são vendidas cerca de cinco bilhões de garrafas PET de cerveja por ano, o que representa 2% do mercado mundial, e os materiais mais utilizados continuam sendo o vidro e o alumínio. Isto já ocorreu anteriormente com vários outros produtos alimentícios e bebidas, como sucos, água, refrigerantes, azeite de oliva e molhos, que progressivamente passaram a ser acondicionados em embalagens PET. Esse fenômeno não causa surpresa se considerarmos a segurança, resistência, flexibilidade, redução de peso, reciclabilidade, liberdade de design e maior praticidade que o PET oferece. Hoje, para ajudar tanto fabricantes como consumidores de cerveja a substituir a garrafa de vidro pela de PET mais facilmente, a Sidel criou uma garrafa PET com fundo do tipo garrafa de champanhe, mais comumente usado em garrafas de vidro para cerveja. Essa garrafa também é compatível com tampas coroa, que são associadas às usadas em cervejas Premium. Parece vidro, mas é PET.

 

Para demonstrar as vantagens de sua tecnologia, a Sidel produziu uma versão de 330 ml com prazo de validade que pode chegar a seis meses (com menos de 1 parte por milhão - ppm - de entrada de oxigênio e menos de 17% de perda de dióxido de carbono). Além disso, a empresa pode fornecer versões de até 600 ml e vem desenvolvendo tamanhos ainda maiores. Ao engarrafar cerveja é imprescindível evitar a entrada de oxigênio e a evasão do dióxido de carbono da embalagem. O novo design da garrafa pode alcançar esse objetivo de diferentes maneiras, como misturas de materiais de camada única e a tecnologia Actis™ de barreira contra gases, patenteada pela Sidel. Em consequência, a garrafa de cerveja é capaz de proteger a qualidade da cerveja por até seis meses.

 

A garrafa pode ser usada com cerveja de pasteurização flash ou de túnel, além da cerveja microfiltrada. Para a cerveja pasteurizada em túnel, a garrafa PET normalmente requer um fundo petaloide, mas o exclusivo fundo da nova garrafa da Sidel, aliado a outras tecnologias de design, permitem que ela resista às pressões decorrentes da exposição prolongada a altas temperaturas durante o processo de produção, além de manter o aspecto mais tradicional da garrafa de vidro. A garrafa pode suportar pressões de 20 unidades de pasteurização (UP) no túnel, que é o padrão para cervejas Lager, e mantém o fundo estável após a pasteurização. Além do mais, o design da garrafa pode ser usado nos pasteurizadores de túnel existentes, que servem para as garrafas de vidro.

 

"Queremos ajudar os fabricantes de cerveja a desfrutar da flexibilidade, do menor peso, da sustentabilidade e dos custos reduzidos proporcionados pelo PET produzindo uma garrafa mais atrativa para a próxima geração de consumidores de cerveja, que busca embalagens mais sustentáveis, práticas e fáceis de usar", explica Christophe Bunel, Head of Packaging Care da Sidel. "Para muitos consumidores, o fundo petaloide está associado a outras categorias de produtos, como os refrigerantes ou a água mineral com gás, portanto, quando é empregado numa garrafa de cerveja, pode prejudicar a percepção da marca. No entanto, um número crescente de consumidores vem se conscientizando dos benefícios do PET, que é seu material de embalagem preferido para acondicionar outros produtos alimentícios e bebidas consumidos no dia a dia. Assim, para ajudar tanto fabricantes como consumidores a fazerem a transição, queríamos uma garrafa que parecesse ser de vidro, mas que tivesse todas as vantagens do PET."

 

Há muitos anos persistem conceitos equivocados sobre a cerveja em PET. Por exemplo, alguns pensam erroneamente que cerveja em PET esquenta mais rápido. Entretanto, segundo estudos realizados pela Sidel, sua garrafa mantém a cerveja gelada por um período equivalente ao da garrafa de vidro de mesmo tamanho, com uma parede muito menos espessa, portanto, com um material muito mais leve. Outro mito diz respeito ao sabor. Alguns consumidores acreditam que a cerveja em lata é mais gostosa do que a cerveja em PET. Como especialista e líder mundial no fornecimento de soluções PET para envase de líquidos, a Sidel se propõe a ajudar a corrigir esses erros de percepção e destacar as enormes vantagens do PET também para a cerveja.

 

Para alcançar esse objetivo, a Sidel executou seus avançados testes de qualificação e otimização de embalagens na garrafa, incluindo a análise de elementos finitos e testes de viabilidade, para avaliar a estabilidade, a proteção da qualidade do líquido e a rigidez da garrafa. Por fim, executou testes completos de produção industrial para comprovar o desempenho das garrafas, tanto durante a produção como através da simulação de cadeias de fornecimento.

 

A Sidel vem ajudando os fabricantes a envasar suas cervejas há mais de 40 anos. Atualmente a empresa está discutindo com alguns dos líderes mundiais e mais conceituados fabricantes de cerveja sobre a melhor maneira de integrar os benefícios do PET utilizando seu novo desenho de garrafa e a nova tecnologia de envase. A nova garrafa pode ser produzida utilizando todas as soluções de envase em PET para cerveja da Sidel, inclusive suas enchedoras e a nova gama de sopradoras e rotuladoras Sidel Matrix™.

 

Comunicado de imprensa para descarregar.

HD pictures para descarregar.

 

 

 

 

Sidel PET beer bottle base 

VAT No.: IT01787680345