Durante a situação atual causada pela COVID-19, a principal preocupação da Sidel é a saúde e segurança de todos os envolvidos com a empresa, bem como a garantia da continuidade de negócios para nossos clientes. Leia mais

Bali Hai, grande cervejaria indonésia, confia na linha completa de produção de latas da Sidel, aumentando sua capacidade e preservando a qualidade da cerveja

O crescente mercado de cerveja levou a Bali Hai Brewery Indonesia a instalar uma nova linha de latas, que aumenta a capacidade de produção e garante a qualidade de suas cervejas premium. Projetada e fornecida pela Sidel, a linha opera a 33.000 latas por hora no formato de 330 ml, o que é duas vezes mais rápido que a anterior, além de apresentar um layout muito compacto, adequando-se às limitações de espaço da cervejaria indonésia.

Desde 1975, a Bali Hai Brewery Indonesia, cervejaria independente de liderança no país, tem desenvolvido e distribuído uma gama diferenciada de marcas de cerveja para os mercados nacionais e internacionais.[1] “Atualmente, nossos produtos são vendidos em mais de vinte países, como Rússia, Singapura, Tailândia, Japão, Coreia e Nova Zelândia, bem como várias regiões na África. Ao aproveitar as oportunidades oferecidas pela crescente demanda de consumo, estamos comprometidos a manter a uniformidade no sabor e qualidade de nossas cervejas”, explica Daniel To, Technical Director na Bali Hai. 

Com uma fatia no mercado doméstico de 3,2% em 2018, a empresa de propriedade familiar é a quarta maior cervejaria do país e a primeira após as marcas globais. Ela oferece um portfólio atraente aos consumidores, que cada vez mais buscam marcas de cerveja locais e premium. Entre elas estão Bali Hai Premium, Draft Beer, El Diablo Original e Panther Black. Mesmo com a rigorosa legislação do governo de controle do consumo de bebidas alcoólicas, o segmento de cervejas na Indonésia tem mostrado uma trajetória muito positiva, devendo registrar uma CAGR de volume total de 7%, chegando a 324 milhões de litros até 2023. Para acompanhar esse crescimento, a Bali Hai decidiu investir em um projeto de larga escala, e ao fazê-lo, optou pela primeira vez por formar parceria com a Sidel. 

Tudo começou quando a Bali Hai empreendeu uma grande reforma e automação de sua cervejaria e adega em 2013, quando muitos processos ainda eram realizados manualmente. Como parte de seus investimentos nos últimos anos para atender à necessidade de maior eficiência, a empresa também decidiu modernizar a linha de latas, que produzia os formatos de 330 ml e 500 ml. Foi aí que a Sidel entrou com sua experiência em engenharia e design de linha, fruto de uma longa tradição em soluções completas para cervejas. Ela ofereceu à importante empresa indonésia uma solução de layout e equipamentos perfeita para atender às necessidades dela de garantia de qualidade, viabilizando também aumento na capacidade produtiva em preparação para desafios futuros. 

Suporte de 360° fundamentado na especialidade em linhas completas de produção de cerveja 

“O espaço disponível em nossa fábrica é limitado, assim, precisávamos de uma solução bem compacta que não comprometesse a eficiência nem a flexibilidade”, explica Daniel. O projeto começou com a busca do lugar certo nas instalações, sempre pensando na necessidade de aumento na capacidade produtiva. “É verdade que, no início, estávamos planejando uma linha de 24.000 latas por hora (lph) para o formato de 500 ml. Mas no fim, confiamos nos engenheiros da Sidel e escolhemos uma linha completa capaz de chegar a até 29.000 lph, o que garantirá alta capacidade de produção para os anos à frente”, continua. 

Houve vários motivos importantes para a cervejaria indonésia depositar sua confiança na Sidel em tamanho projeto de renovação. “Acima de tudo, apreciamos o suporte local nos serviços, bem como o tempo dedicado pela equipe para entender e analisar nossos requisitos. Graças a seus altamente competentes e eficientes engenheiros, a instalação da linha foi concluída em um curto período”, revela Daniel. Agora, a Bali Hai tem a possibilidade de operar a nova linha de latas em três turnos, ao passo que a antiga permitia apenas dois, no máximo. 

Sistemas de enchimento e pasteurização conceituados para pleno controle da qualidade da cerveja 

A linha de latas completa da Sidel tem 13 máquinas diferentes, organizadas em seis módulos maiores de produção: despaletizadora, enchedora e recravadeira, pasteurizador, secadoras, empacotadora de filme termoencolhível (inclusive com bandejas), além de sistemas de transporte. O objetivo da Bali Hai de assegurar a qualidade da cerveja foi atingido principalmente através da integração de duas soluções específicas na linha: a enchedora eletrônica volumétrica mais recente da Sidel para latas e o conceituado pasteurizador PAMA. 

Ao detalhar o raciocínio por trás da escolha da enchedora, Blegog Sugiono, Packaging Manager na Bali Hai, destaca: “Optamos por essa tecnologia de enchimento da Sidel principalmente por causa da captação total de oxigênio muito baixa que ela garante, o que resulta na maior qualidade do produto. Além disso, agora usamos uma tecnologia volumétrica, a fim de garantir que todas as nossas latas tenham a quantidade planejada de produto quando estiverem na prateleira.” Assim, não há risco de desperdício de produto. 

O pasteurizador PAMA instalado, que conta com o exclusivo software PRINCE Plus da Sidel, para controle ideal da unidade de pasteurização (UP), foi adaptado especificamente segundo os requisitos da Bali Hai. “Decidimos instalar esse sistema para ter um nível constante de qualidade e uniformidade de sabor em todas as nossas cervejas. Mais especificamente, conseguimos resfriar ainda mais a temperatura na saída do pasteurizador, eliminando assim o risco de qualidade instável que já tivemos no passado. Com a tecnologia mais recente da Sidel, agora podemos ajustar e controlar com precisão a UP de acordo com as configurações especificadas, padronizando plenamente o sabor da cerveja”, explica Blegog. Além disso, ao maximizar o tamanho do pasteurizador, a Bali Hai agora está preparada para aumentos de produção futuros. 

Solução flexível e compacta de fim de linha para processar uma ampla variedade de SKUs 

De fato, a nova linha de latas opera duas vezes mais rápido do que a antiga linha da cervejaria. Em resultado disso, a produção ficou três vezes maior, crescendo de 500 para 1450 bandejas por hora. Com dois formatos de lata diferentes (330 ml e 500 ml), nove receitas diferentes e diversas opções de embalagem secundária, o número de SKUs processadas pela linha de produção de latas da Bali Hai chega a 18. Isso exigiu um alto nível de flexibilidade na etapa de embalagem secundária, porém sem comprometer a compacidade otimizada. 

Além disso, a importante cervejaria indonésia decidiu mudar de caixas de papelão RSC para filme devido às vantagens econômicas e instalou a Sidel EvoFilm® Access, uma solução de empacotamento com filme termoencolhível inteiriço para aplicações de baixa a média velocidade. A empresa também queria poder ampliar as soluções de embalagem secundária oferecidas aos clientes, inclusive multipacks. Blegog comenta: “Com a nova linha, temos uma solução sofisticada de bandeja e filme que podemos aplicar para produzir diversas alternativas de embalagem, como, por exemplo, packs de quatro ou seis embalados em uma bandeja contendo o total de 24 latas, tudo em uma só solução. Se multipacks não forem necessários, os produtos podem ser desviados da etapa de bandeja e empacotadora com filme e ir diretamente para o sistema de empacotamento com filme termoencolhível. 

Com um conceito modular que viabiliza uma grande variedade de configurações e opções, a EvoFilm Access amplia a flexibilidade. “Acrescentamos algumas opções sob medida para atender às necessidades da Bali Hai”, revela Stéphane Séné, Key Account Manager na Sidel. “Em primeiro lugar, aplicamos uma abordagem “projeto segundo custo” para oferecer a melhor relação entre qualidade, preço e desempenho disponível no mercado para empacotamento com filme termoencolhível em velocidades de até 60 ciclos por minuto. Em segundo lugar, implementamos uma solução simples de transporte para alimentar a empacotadora de filme termoencolhível. Dessa forma, o cliente pôde economizar espaço na fábrica, agora dedicado a armazenagem. Além disso, eliminamos a necessidade do divisor com uma orientação diferente das pistas de latas. Assim, o cliente pode gerenciar oito configurações de packs com mais facilidade e eficiência. O sistema pode processar tanto packs como latas soltas, o que confere mais versatilidade”, acrescenta. 

“A melhor cerveja com embalagem realizada pelo melhor maquinário” 

A facilidade de operação proporcionada pela solução de fim de linha da Sidel logo ficou evidente quando, após a integração, não foi necessário qualquer treinamento específico dos operadores. “Ao operar as soluções da Sidel em nossa cervejaria, esperamos atender às demandas do mercado, fornecendo também produtos de excelente qualidade. Estamos muito satisfeitos com o desempenho da linha completa recém-instalada. Em geral, acreditamos que a melhor cerveja é aquela produzida pelas pessoas mais qualificadas e com embalagem realizada pelo melhor maquinário — e para isso, a Sidel é a solução”, conclui Daniel, com orgulho.

 

[1] https://balihaibeer.com/

O Grupo Sidel atualizou sua política de privacidade
OK, entendi